Notícias arrow Recentes arrow ÓRGÃOS SOCIAIS
ÓRGÃOS SOCIAIS PDF

Em 24 de Março realizaram-se eleições para o Sindicato, triénio 2017-2020.

A lista concorrente às eleições baseou o seu programa nos seguintes princípios:

o   O Estado Português tem responsabilidades na retirada de competências aos ATAE e a outros profissionais como a Engenheiros e Engenheiros Técnicos e por isso lutaremos para que sejam repostas tais competências, a quem as tinha.

o   Cativar o número de deputados suficientes para que o assunto da competência seja agendado na Assembleia da República, para a alteração da Lei 40/2015, em aspetos importantes da atividade do ATAE.

o   O Estado Português tem responsabilidade na formação académica dos técnicos intermédios e por isso lutaremos para a continuidade e melhoria da formação dos novos ATAE, ainda que com competências menos abrangentes das anteriores, em especial na área do projeto.

o   Abrir o SATAE aos técnicos de obra do 12º ano, os quais, de acordo com a legislação em vigor, têm o mesmo tipo de competências reconhecidas que os ATAE, permitindo assim a sua integração profissional e incentivar à formação nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP).

o   Manter contactos persistentes e assertivos e criar parcerias com os institutos e universidades que lecionam os TeSP para melhorar e multiplicar os cursos a nível nacional.

o   Trabalhar para a unidade da classe em torno de objetivos concretos e não com formulações propagandísticas só para agradar, nomeadamente através de acordos e parcerias com sindicatos e associações profissionais do sector.

o   Desenvolver e programar atividades que beneficiem objetivamente os ATAE no âmbito da profissão e na inclusão social, de molde a que os colegas sintam a importância de serem associados do SATAE.

o Promover seminários técnicos para enriquecimento de conhecimentos e divulgação da classe, com o apoio de empresas e instituições públicas.

o   Reorganizar o SATAE de molde a rentabilizar e potencializar os meios escassos ao dispor no momento atual.

o   Apelar à colaboração dos ATAE, desempregados ou reformados, para a criação de núcleos específicos que contribuam para criar postos de trabalhos, no caso dos desempregados, e colher ensinamentos, no caso dos reformados, mantendo-os num saudável contacto com a atividade.



 

Pesquisar

Clique aqui e junte-se a nós!
RocketTheme Joomla Templates